Para CNBB, tragetória de dom Orlando Brandes dá esperança de tempo de muita bênção em Aparecida

Então arcebispo de Londrina (PR), dom Orlando Brandes foi nomeado pelo papa Francisco para a arquidiocese de Aparecida (SP). A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil divulgou saudação ao prelado fazendo “orações pelo seu ministério” e enviando “os nossos melhores votos de uma fecunda caminhada junto às comunidades da arquidiocese e aos pés do Santuário Nacional da Mãe Aparecida”.

No texto, a Conferência destaca a trajetória sacerdotal e episcopal de dom Orlando, a qual “nos dá muita esperança de um tempo de muita bênção em Aparecida”. “Seu dinâmico cuidado pastoral em Joinville (SC) e o extraordinário tempo de dedicação à arquidiocese de Londrina (PR) iluminam seus rastros de homem de Deus e pastor incansável”, afirma a entidade.

Dom Orlando Brandes sucede em Aparecida o cardeal Raymundo Damasceno Assis, que teve seu pedido de renúncia aceito pelo papa Francisco, por motivo de idade. Dom Raymundo foi secretário geral do Conselho Episcopal Latino Americano (Celam) e da IV Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano, em Santo Domingo. Na CNBB, ocupou o cargo de secretário geral por dois mandatos consecutivos. O cardeal também presidiu o Celam e a CNBB (2011 a 2015).

Leia a saudação a dom Orlando Brandes

Saudação da CNBB ao novo Arcebispo de Aparecida (SP)

Brasília, 16 de novembro de 2016

Caríssimo Dom Orlando Brandes.

A Conferência Nacional dos bispos do Brasil (CNBB) se alegra com a nomeação feita por Sua Santidade, Papa Francisco, confiando ao senhor o pastoreio da Arquidiocese de Aparecida (SP). Fazemos nossas orações pelo seu ministério e enviamos os nossos melhores votos de uma fecunda caminhada junto às comunidades da Arquidiocese e aos pés do Santuário Nacional da Mãe Aparecida. 

A trajetória sacerdotal e episcopal que senhor tem percorrido nos dá muita esperança de um tempo de muita bênção em Aparecida. Seu dinâmico cuidado pastoral em Joinville (SC) e o extraordinário tempo de dedicação à Arquidiocese de Londrina (PR) iluminam seus rastros de homem de Deus e pastor incansável.

O lema episcopal escolhido pelo senhor “Dei Enim Sumus Adiutores”, isto é, “Somos operários de Deus” remete à vocação batismal de todos e faz perceber, com maior profundidade, a responsabilidade de cada um na obra evangelizadora da Igreja. Exemplo disso, no ano passado, por ocasião do início das Santas Missões Populares, na Arquidiocese de Londrina, o senhor reconhecia que aquele momento era propício para um grande movimento de evangelização para os “operários de Deus”: “Chegou a hora de sair de casa, ir para a estrada, bater nas portas das casas, estar no meio do povo dedicando atenção especial para com os pobres, os doentes, os aflitos. Ninguém seja esquecido nem excluído”.

Desejamos que a sua estrada continue iluminada por esses santos propósitos. Saudamos o Arcebispo Emérito, o eminentíssimo Cardeal Raymundo Damasceno de Assis, desejando saúde, luz e paz no prosseguimento de sua missão e ao povo de Deus em Aparecida.

Em Cristo,

Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo auxiliar de Brasília
Secretário-Geral da CNBB

 

Seu comentário é muito importante para nós