PASTORAL-FAMILIARA enquete trata do conceito de família no Projeto de Lei 6583/2013, disponível no site da Câmara dos Deputados. Até o início da tarde desta quarta-feira, 17, mais de 4,2 milhões de pessoas votaram "sim", concordando com a definição de família como núcleo formado a partir da união entre homem e mulher. Cerca de 3,8 milhões votaram "não".


 

Apesar do resultado positivo, a coordenação da Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), organismo vinculado à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), orienta a população a entender melhor o assunto antes de votar.

De acordo com a Pastoral Familiar, "a grande maioria daqueles que tem votado contra a proposta sequer parou para ler o texto, como indicam os comentários deixados no espaço reservado à enquete, e tem sido influenciada por pressão de alguns grupos".

A orientação da CNPF é simples: votar "sim" ao Estatuto da Família que tramita na Câmara dos Deputados. A coordenação afirma que, a partir da leitura da proposta, o voto será voto consciente "em favor dos benefícios para a pessoa, para a família e para a própria sociedade brasileira".

A Comissão lembra, ainda, que diferente dos comentários nas redes sociais, o "Estatuto da Família na Câmara inclui nova união, pais e mães solteiros, viúvos e até mesmo os homossexuais".

"Para ser bem claro e em favor dos benefícios para a pessoa, para a família e para a própria sociedade brasileira: SIM ao Estatuto da Família que tramita na Câmara dos Deputados; NÃO ao Estatuto das Famílias que tramita no Senado".


Fonte: Por Canção Nova, com Pastoral Familiar